Um Casal ao Luar

Microconto Inabitual
Tudo perfeito. O céu cheio de estrelas, o gramado macio da colina, a brisa que roça suave. Depois de muito titubear convidei Lana para um passeio. Ela é admirada por todos na Igreja, sua voz de soprano entoa os melhores hinos. No início fiquei com receio por ser a filha do Pastor, mas irmão Néri concedeu o encontro, com ressalvas costumeiras, é claro. É uma jovem recatada, afinal é filha do Pastor, preciso criar um clima ameno. Falo sobre a escola dominical, ela responde com humhum, recorro à beleza da Lua, pois é, ela diz, elogio seus cabelos compridos, dessa vez só resmunga.
Apaixonei-me por Lana desde os dez anos quando meus pais se converteram ao Protestantismo, diziam que ser católico era démodé, as bênçãos de Deus estavam nos “crentes”. Ao vê-la cantar nos cultos, o meu amor foi crescendo e crescendo. Aprendi a tocar piano para ensaiar com o grupo de música da Igreja, ficar mais perto dela. Acordava com o seu rosto em pensamento, dormia com ela ao travesseiro. Passei a adolescência em suspiros com uma paixão solitária. Tão delicada a garota, parecia viver numa redoma.
Agora que estamos a sós não posso desperdiçar um segundo. Ela está irredutível, isso me fascina, me impulsiona a ser sagaz na arte de amar. Já sei, vou puxar assunto sobre alguma passagem bíblica. Lana é professora de teologia da Igreja, é sua especialidade. Antes de terminar meu enunciado ela rompe o silêncio: Quando vamos trepar? É, definitivamente a Bíblia não foi uma boa idéia.

8 comentários:

Whispers disse...

Hello!!


Andando perdida encontrei teu cantinho...


Gostei da tua maneira simples e bonita de contares historias parabens.

Talvez voltarei se assim for teu desejo pois afinal e teu cantinho

Beijinhos doces
Whispers

Ana P. disse...

Simples e direta, não???

Filha do pastor... sei, sei... ahan!

Casti disse...

Hum... Essa nossa mania de prever o futuro!

Bjão,
Casti

Múcio Góes disse...

é, ser católico é tão demodé... Tô com Lana e não abro. rs.

Massa!

[]´s

Menina do Reggae® disse...

Lana saiu da redoma.

passa para tomar um café.

Au Revoir

Larissa Marques disse...

Romântica ela, não? Adorei, risos múltiplos! Beijo!

diovvani mendonça disse...

É meu caro, eu mesmo antes da primeira transa, com minha esposa tive que ler muitas passagens bíblicas antes de chegar aos finalmentes. É a vida...

Respeito a religiosidade das pessoas, mas não a maioria dos "religiosos" pop´s que vendem livros e cd´s no cartão de crédito pelas tv´s. Lutero, sim; esse acho, foi um grande homem como foi também Giordano Bruno.

AbraçoDasMontanhas.

cm disse...

um abraço e como sempre uma história fluída, com tempos marcados até ao desfecho imprevisto...e o olhar critico